Ir para conteúdo
Logo Infralobo

EDITORIAL - Eficiência Hídrica no Algarve - Um Desafio Crucial para o Futuro

Notícias
15 junho, 2023 Notícias
EDITORIAL - Eficiência Hídrica no Algarve - Um Desafio Crucial para o Futuro
EDITORIAL - Eficiência Hídrica no Algarve - Um Desafio Crucial para o Futuro
Por: Carlos Manso, Presidente do Conselho de Administração da Infralobo

Num mundo em constante mudança, a sustentabilidade tornou-se uma prioridade global. Cada vez mais, empresas, governos e indivíduos reconhecem a necessidade de adotar práticas que preservem os recursos naturais, protejam o meio ambiente e promovam um desenvolvimento equilibrado. E, no coração dessa busca por um futuro mais sustentável, a gestão eficiente e responsável da água desempenha um papel fundamental.

A Infralobo tem-se destacado na transição energética, com investimentos em energias renováveis e na redução de sua pegada ambiental. A conquista da norma internacional ISO 50001 para gestão de energia é um exemplo concreto do compromisso da empresa com a sustentabilidade.

A participação da Infralobo em eventos como a Knower Business Conference, onde foi discutida a resiliência do setor da água, demonstra o compromisso da empresa municipal em enfrentar os desafios futuros. Destacámos a importância de investir na eficiência hídrica e capacitar os recursos humanos para lidar com os avanços tecnológicos e as novas ferramentas digitais. A empresa também participou no evento City as a Platform, onde compartilhou a sua experiência na implementação de soluções inteligentes para as operações municipais.

A gestão eficiente dos recursos hídricos é uma preocupação cada vez mais premente em Portugal, e na região do Algarve, em particular. Recentemente, o Rotary Clube de Loulé promoveu um debate sobre a eficiência hídrica na região, trazendo à tona questões cruciais que exigem atenção imediata.

Um dos alertas levantados durante o debate foi a falta de conhecimento sobre o destino de 17 milhões de metros cúbicos de água consumidos na região, sem que os municípios saibam ao certo onde ela é utilizada. Essa falta de informação é um sintoma claro da necessidade de investir na reabilitação das redes de condutas que, atualmente, se encontram abaixo do necessário para promover uma maior eficiência hídrica.

Ressaltámos a importância de reverter essa realidade, enfatizando a necessidade de investimentos em infraestruturas que garantam a qualidade da água e reduzam as perdas. A Infralobo tem sido um exemplo nesse sentido, implementando tecnologias de vanguarda que resultaram numa redução significativa no consumo de água para os espaços verdes, alcançando um indicador de água não faturada de apenas 6,4%, em comparação com a média nacional de 29%.

No entanto, além dos desafios internos de eficiência hídrica, a região do Algarve enfrenta uma ameaça adicional: a intrusão salina nos aquíferos. Um estudo encomendado pela Agência Portuguesa do Ambiente revelou a contaminação de uma área significativa do aquífero Campina de Faro, afetando furos de água utilizados para rega em resorts como Quinta do Lago e Vale do Lobo. Essa descoberta destaca a urgência de medidas de proteção e preservação dos recursos hídricos, bem como a necessidade de uma gestão adequada das reservas subterrâneas.

A promoção da eficiência hídrica, a proteção dos aquíferos e a implementação de tecnologias inovadoras são passos cruciais para garantir um futuro sustentável e próspero na região.

No entanto, é importante destacar que a responsabilidade pela eficiência hídrica não deve recair apenas sobre as entidades gestoras e municipais. Cada indivíduo também desempenha um papel fundamental na conservação e no uso responsável da água. A consciencialização da população sobre a importância desse recurso precioso e a adoção de práticas sustentáveis são essenciais para enfrentar os desafios hídricos.

Além disso, é necessária uma maior colaboração entre os setores público e privado, bem como parcerias com a sociedade civil, instituições de pesquisa e organizações não governamentais. A troca de conhecimento, experiências e melhores práticas contribuirá para a implementação de soluções inovadoras e eficazes.

O futuro do Algarve depende da ação conjunta e determinada para garantir a disponibilidade e a qualidade da água. É fundamental que os governos, as autoridades locais, as empresas e os cidadãos trabalhem juntos para enfrentar os desafios da gestão hídrica, preservando esse recurso vital para as gerações presentes e futuras.

A eficiência hídrica é um compromisso que não pode ser adiado. O Algarve tem a oportunidade de se tornar uma referência em gestão sustentável da água, mostrando ao mundo que é possível conciliar desenvolvimento económico, qualidade de vida e preservação dos recursos naturais.

É tempo de agir. Investimentos adequados, inovação tecnológica, consciencialização da população e colaboração são as chaves para garantir um futuro próspero e sustentável para o Algarve. A hora de mudar é agora, e cada um de nós tem um papel a desempenhar nessa transformação. A água é um tesouro que devemos proteger e valorizar, para que as gerações futuras também possam desfrutar deste bem essencial à vida.